Pellings químicos: Conheça-os melhor

PEELING QUIMICO – PEELING FACIAL : PELE SEMPRE JOVEM E LISINHA

Com o passar dos anos, você começa a perceber aquelas ruguinhas desagradáveis surgindo no rosto, acompanhadas de manchas e marcas de expressão, que se realçam cada vez mais… E de onde vieram essas rugas e manchas? Pois é, minha amiga, o tempo realmente não perdoa. Com o avançar do tempo, aquela pele lisinha e viçosa que você tinha vai, pouco a pouco, perdendo a jovialidade. O envelhecimento é absolutamente normal e inevitável, mas é claro que nenhuma mulher fica feliz de se conformar com isso, não é? Felizmente, graças aos avanços da medicina estetica, que hoje conta com poderosos tipos de peeling , este processo pode se tornar mais lento ou mesmo ser revertido alguns anos. E o melhor: sem precisar de cirurgia plastica!

Uma das armas mais eficientes da dermatologia estetica para o combate do envelhecimento facial é o peeling . O peeling é um tratamento estético feito por dermatologistas por meio de ácidos e outros cremes manipulados. Durante o processo de peeling ocorre uma destruição da camada superficial, média ou profunda da pele , que sofre uma escamação de suas camadas, eliminando células mortas e dando lugar a uma pele nova , livre de rugas, manchas, acne e outras imperfeições.

Os peelings podem ser classificados como : muito superficiais , superficiais , médios e profundos ; dependendo da região que atinge na pele .

Nível do Peeling Indicação

Peeling Nível 1 – Muito Superficial manchas muito superficiais, aspereza, pele sem brilho, pele descamativa , pele “seca”, peles “cansadas” e “maltratadas”

Peeling Nível 2 – Superficial manchas superficiais, aspereza, rugas finas, acne ativa,

Peeling Nível 3 – Médio Rugas, manchas, cicatrizes de acne , sulcos e marcas de expressão,

Peeling Nível 4 – Profundo Envelhecimento total da pele, cicatrizes de Acne muito profundas

Assim , dependendo do local da pele atingido, teremos a profundidade do Peeling , que ira determinar o seu uso para o tipo de problema apresentado pelo paciente. A profundidade do peeling depende do tipo de ácido ou técnica de peeling utilizada. Quanto mais agressivo for o ácido utilizado no peeling, mais profundo será o peeling, com conseqüente melhores resultados e maior risco de complicações.

Entre os agentes quimicos para peeling mais comuns temos : o Ácido Retinóico, o Ácido Salicílico, a Solução de Jessner, o Resorcinol, o Ácido Tricloroacético – TCA, Blue Peel, os Alfahidroxiácidos, Glicólico, o Fenol, entre outros.

peeling quimico

Fig. 2 – Anatomia da pele: o peeling de fenol ( profundo ) atinge até a camada basal da epiderme.

O tipo de peeling a ser utilizado ( peeling superficial , medio ou profundo ) sera definido pelo dermatologista , baseado no seu tipo de pele e nos objetivos a serem alcancados pelo paciente. O peeling superficial, como o de ácido glicólico ou retinóico, gera uma descamação leve, retirando apenas as lesões mais superficiais da epiderme. Por ser menos agressivo, o peeling superficial não necessita de repouso ou recuperação, podendo o paciente voltar às atividades no mesmo dia. É o tipo de peeling mais utilizado nos consultorios dermatologicos, ja que não interfere com as atividades sociais do paciente ( devido a baixa descamação ) e proporciona excelentes resultados no rejuvenescimento facial, quando utilizado de forma seriada ( peelings semanais ou mensais ).

O peeling médio, como o de TCA (ácido tricloroacético) gera uma descamação mais intensa, que pode durar de 7 a 14 dias. São mais agressivos e efetivos que os peelings superficiais, sendo indicados para remoção de manchas e rugas de média profundidade.

O modelo de peeling profundo é o peeling de fenol. O peeling de fenol apresenta os melhores resultados no rejuvenescimento facial . Esse tipo de peeling profundo leva a destruição de toda camada mais superficial da pele ( epiderme), responsável pela maioria das machas e rugas faciais. Quando bem indicado e realizado por um dermatologista especializado na técnica do peeling de fenol, o resultados são realmente impressionantes, gerando um rejuvenescimento superior ao de qualquer cirurgia plastica.

Para realizar um peeling químico, a pele deve ser preparada com antecedência de 15 a 30 dias atraves do uso de um creme pré peeling, receitado pelo seu dermatologista. O preparo da pele permite a obtenção de melhores resultados, além de ajudar a evitar possíveis efeitos indesejáveis dos peelings, como hiperpigmentação ou queimaduras, que podem acontecer mesmo quando todos os cuidados são tomados. Devido à este processo complexo de tratamento, os peelings só devem ser realizados por dermatologistas que estejam aptos a resolver qualquer eventual complicação que possa acontecer.

PEELING FENOL – REVOLUÇÃO NO REJUVENESCIMENTO FACIAL E TRATAMENTO DA ACNE PROFUNDA

Uma das grandes novidades nos últimos anos na area da medicina e cirurgia estetica, foi o surgimento do peeling de fenol modificado ( exoplastia ) . Esse poderoso peeling, indicado para pacientes com quadros mais graves de envelhecimento da pele e cicatrizes de acne profundas, promove resultados verdadeiramente supreendentes. Sem necessidade de qualquer corte ou cirurgia, o Peeling Fenol é capaz de promover um rejuvenescimento facial intenso, em um procedimento com duração de cerca de 2h, que elimina rugas e marcas de expressão profundas de uma só vez, devolvendo a juventude perdida ao paciente que passa pelo peeling. Incontestavelmente, o fenol é o agente de peeling que apresenta, os mais exuberantes resultados, tanto em termos de qualidade e reorganização do colágeno, como em termos de retração da pele, não havendo até o momento, nenhum outro agente que o supere na remoção das rugas e no tratamento do envelhecimento cutâneo. Embora proporcione os melhores resultados no rejuvenescimento facial, o peeling de fenol deve ser muito bem indicado e executado apenas por dermatologistas acostumados com a tecnica, devido as as dificuldades apresentadas no pós-peeling. Entre as principais indicações para realização do peeling de fenol temos : envelhecimento cutaneo avançado com rugas profundas, e o tratamento de cicatrizes de acne.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Pellings químicos: Conheça-os melhor

  1. Olá, Renata, estive a vasculhar seu blog e simplesmente adorei.
    Tenho 29 anos (faltam 3 meses pros 30, Rsrsrsr) Como uma boa entendedora nos assuntos da dermatologia estética voltada para a beleza da mulher, gostaria de saber que dica vc me daria a cerca dos peelings. Moro em Portugal ha 3 anos, mas sou brasileira, tal como eu vc deve saber, o choque que nossa pela sofre com a mudança de clima que para alguns como eu, é mesmo chocante, ganhei até doencinhas novas por conta da mudança do tropical para o europeu, dermatite atópica crónica, aqui né? Pq nos 26 anos que morei no norte do Brasil, nunca tive problema algum na pele e crónico ainda, pensa só… Mas é assim mesmo. Casei-me, tive filho e começo a ver os primeiros sinais de ruguitas ao redor dos olhos. Gostava de conhece-la pessoalmente, para trocarmos dicas de beleza, pois eu nunca fiz curso nesta área mas adoro tudo que faça menção a isto. Mas se serve de consolo pra mim, o inverno que veio rigoroso agora, é a época mais legal para fazer peelings e passar nossos creminhos. Bom fiquei feliz por encontrar este blog e como já supracitei mais ou menos o tipo de pele que tenho, em que nível eu me encaixo? Seria o nível 2? Sei que nao és dermatologista, e mesmo que fosses eu teria que fazer uma consulta né? Mas pra dermatologista vc precisa do que mesmo? A meu ver vc nasceu pra isso.
    Um abraço!
    Adoraria conhece-la, pois vc parece alem de explicadinha, muito simpática.
    Adeus!

  2. “Como uma boa entendedora nos assuntos da dermatologia estética voltada para a beleza da mulher”

    neste comentário eu me referia a vc e nao a mim. Rsrsr (só para esclarecer)
    Ate logo!

  3. Esqueci: minha pele é super oleosa quando estou no Brasil, em Portugal ela já fica seca. no inverno sempre fico com os lábios queimados, assados, e uso a pomada bephantene plus, já no verão a coisa piora, pois fica baça, na testa e nos cantos da boca. Np ultimo verão minha cara descamava que nao tinha hidratante que chegasse, então fui ao dermatologista e foi detectado rosácea de verão e dermatite atopica

    • Oi Gilciane, preimeiramente quero lhe agredecer por todo o carinho e atenção para com o blog, muito obrigada por seus comentários, fico muito feliz em saber que você gosta do blog!
      bom, vamos lá à algumas respostas sobre suas dúvidas:

      “Tenho 29 anos (faltam 3 meses pros 30, Rsrsrsr) Como uma boa entendedora nos assuntos da dermatologia estética voltada para a beleza da mulher, gostaria de saber que dica vc me daria a cerca dos peelings. Moro em Portugal ha 3 anos, mas sou brasileira, tal como eu vc deve saber, o choque que nossa pela sofre com a mudança de clima que para alguns como eu, é mesmo chocante, ganhei até doencinhas novas por conta da mudança do tropical para o europeu, dermatite atópica crónica, aqui né? Pq nos 26 anos que morei no norte do Brasil, nunca tive problema algum na pele e crónico ainda, pensa só… Mas é assim mesmo.”
      Meus parabéns antecipadamente pelo aniversário!!! E bem vinda ao clube dos 30 (não muito fácil, devo te confessar…rsrsrs). Pois é, a mudança de clima é brutal para a pele. Algumas gostam do frio, outras sofrem com a temperatura muito baixa. Por conta da sua dermatite você deve utilizar cremes e produtos especiais para a pele, não é mesmo? Bom, no meu caso minha pele adorou o frio e, por isso, minha pele atualmente é muito elástica e bem mais lisinha que no Brasil (mas eu não dispenso um bom creme diurno e filtros solares, assim como cremes protetores para o frio, e, à noite, muuuito creme noturno e pelo menos duas vezes por semana faço exfoliação leve, o famoso peeling).

      Casei-me, tive filho e começo a ver os primeiros sinais de ruguitas ao redor dos olhos. Gostava de conhece-la pessoalmente, para trocarmos dicas de beleza, pois eu nunca fiz curso nesta área mas adoro tudo que faça menção a isto. Mas se serve de consolo pra mim, o inverno que veio rigoroso agora, é a época mais legal para fazer peelings e passar nossos creminhos. Bom fiquei feliz por encontrar este blog e como já supracitei mais ou menos o tipo de pele que tenho, em que nível eu me encaixo? Seria o nível 2? Sei que nao és dermatologista, e mesmo que fosses eu teria que fazer uma consulta né? Mas pra dermatologista vc precisa do que mesmo? A meu ver vc nasceu pra isso

      Então, venha me visitar uma vez aqui a Suíça… ou quem sabe uma vez venho a Portugal…você falou muito bem, essa é a época correta para fazer peelings, já que eles são abrasivos e é indispensável usar creme solar antes de sair de casa, até mesmo no frio! Pois é, realmente não dá para avaliar sua pele, nem realmente eu faria isso, como você mesm disse, eu não sou dermatologista, mas uma coisa sei, já que você tem dermatite, tua pele deve descamar um pouco, então você não deve dispensar o uso de bons hidratantes para pele, não tenha medo de encher bem a pele de creme, para hidratar, e não esqueça sequer um dia de passar os hidratantes e o protetor solar… se posso te dar uma dica, use à noite além dos tradicionais cremes que você usa, também o Bepanthen que é muuuito bom para manter a pele hidratada… não economize creme viu?

      “Como uma boa entendedora nos assuntos da dermatologia estética voltada para a beleza da mulher”

      neste comentário eu me referia a vc e nao a mim. Rsrsr (só para esclarecer)
      Ate logo!

      Hahahahahaha… muito obrigada, você também é muito simpática e divertida! Se tiver mais perguntas, por favor, não hesite em contactar-me!!! Um forte abraço e muito boa sorte!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s