O tratamento da halitose: importante manutenção

Oi gente!!! Vamos falar um pouquinho mais sobre esse assunto: halitose. A halitose, também conhecida comumente como mau hálito é um assunto tabu em nossa sociedade. Isso porque o cheiro desagradável oriundo da boca incomoda muito e nem todas as pessoas têm a coragem de dizer francamente que alguém têm ou está com mau hálito. Por isso, é imprescindível que se faça um auto diagnóstico ou pergunte a alguém de sua confiança se você têm ou está com mau hálito. Depois do diagnóstico vêm os cuidados para tratar desse horrível problema. Aqui seguem algumas boas dicas para controlar esse temível problema (observando-se que você faz controle, pelo menos anual, o certo é um controle semestral,  dos dentes com um especialista, ou seja, o dentista):

1

Usar pastas de dentes e enxaguantes bucais apropriados, muito importante, sem álcool em sua composição. Para quem tem problema de periodontite ou gengivite (sabendo que a periodontite não têm cura, têm só tratamento contínuo, e este deve ser levado muito à sério) deve-se utilizar pastas de dentes e enxaguantes bucais à base de Clorexidina. Cito aqui dois bons produto, que fora testados e aprovados por mim: como pasta dental recomendo a pasta Elgydium e como enxaguante bucal, o Dentohexin.

2

Deve-se primeiro usar o fio dental para eliminar todo o resto de comida que acumula entre os dentes. Suriro, para os casos de dentes muito abertos, ou seja, com diastemas, que se utilize as escovas interdentais, que podem limpar muito melhor que o próprio fio dental (existem muitas no mercado, de muitas espessuras diferentes, dependendo do tamanho dos espaços entre os dentes). O uso desses produtos (escovas interdentais ou fios dentais) deve ser bem feito, tentando limpar o máximo possível da “sujeira” que fica entre os dentes.

3

Depois dessa limpeza, deve-se escovar os dentes com a pasta dental, o tempo mínimo de escovação deve ser de 3 minutos, deve-se escovar corretamente para se obter o máximo resultado. Depois de escovado, retirar o excesso de pasta com água corrente, e escovar mais uma vez (lembrando que a escovação correta não deve ser feita com força, mas sim, com movimentos suaves e circulares, a escovação forte só faz com que seu dente fique mais exposto a doenças e problemas). A segunda escovação não deve durar 3 minutos, pode se escovar por 1 minuto ou até 2 minutos. Na segunda escovação, escove também a língua, ou utilize a escova especial para língua, que elimina a saburra lingual, que também é um dos maiores agentes do mau hálito. Lave novamente a boca.

4

Não esqueça de escovar também as gengivas. Elas também retêm sujeiras e devem também ser limpas como os dentes. Como ajuda de limpeza das gengivas, pode-se também usar a água oxigenada 10 volumes, diluída em água, é uma “ferramenta” poderosa para a limpeza e desinfecção da boca. Porém não deve ser usada todos os dias, faça a limpeza com água oxigenada, por exemplo, de 4 em 4 dias, ou até mesmo, dependendo do caso, 1 vez por semana. Deve se fazer bocheços com a solução ou até mesmo molhar a escova de dente com a solução e depois escovar toda a boca (dentes e gengivas).

5

Após tudo isso, aguardar mais ou menos 15 minutos e depois enxaguar a boca com o enxaguante bucal. ATENçÃO: NÃO LAVAR A BOCA APÓS O USO DO ENXAGUANTE, ELE DEVE AGIR NA BOCA.

Estes são passos importantes para o combate do mau hálito, lembre-se: os dentes devem ser escovados DEPOIS das refeições, nunca antes, quando se acorda deve-se primeiro comer e depois escovar os dentes. Algumas pessoas têm o hábito de escovar antes e depois do café da manhã, mas isso faz com que os dentes fiquem mais expostos, e pode gerar até retração gengival por excesso de escovação.

Procure sempre durante o dia beber muita água, evitar alimentos com muito condimento, alimentação saudável com muitos legumes. Se possível, durante o dia, depois do almoço, escovar os dentes, quando não é possível, utilize chicletes sem açúcar e, de preferência, que contenham também clorexidina na composição (eu uso um muito bom que se chama Paradentosan). Os chicletes também limpam os dentes nesse tempo em que não dá para escovar os dentes (por exemplo, quando você está no trabalho).

É importante também tomar vitamina C, ela ajuda amanter as gengivas saudáveis. Use-as em comprimidos, ou até mesmo nos alimentos, como laranja.

Sempre escovar os dentes à noite, antes de dormir. Essas são medidas muito simples, mas 100 % eficazes quando se trata de mau hãlito oriundo da cavidade bucal (o que representa quase 99% dos casos de mau hálito). Não se esqueça: tenha sempre alguém de sua confiança que pode te informar se o seu tratamento têm êxito e mais importante ainda: VISITE SEU DENTISTA PELO MENOS 1 VEZ AO ANO, O MAIS SEGURO É VISITÁ-LO DE 6 EM 6 MESES!

Anúncios

3 pensamentos sobre “O tratamento da halitose: importante manutenção

    • Olá Mariane, muito obrigada por sua participação no Blog! Infelizmente não posso lhe dar essa informação, pois moro no exterior, na Europa. Procure no Google,mas penso que esses são produtos comercializados somente aqui. Importante é que o produto seja a base de Clorexidina, o nome do produto não faz muita diferença. Espero ter lhe ajudado e para mais informações e dicas não deixe de visitar o Blog. Um abraço e boa sorte!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s